Receita para se ter SPS coloridos

A receita é extremamente simples.  Nitrato e fosfato zero pelos testes de cor.  Calcio por volta de 380 / 400 ppm e reserva por volta de 6 / 7 dKH. Uma circulação razoável e luz.Densidade por volta de 1.022 / 1.025 e temperatura por volta de 24 / 28 graus. Só isso. Simples não ?  O nitrato e o fosfato é muito simples mensurar com os testes de cor. A circulação também não é nenhum bicho de 7 cabeças. Olhe para os pólipos dos seus SPS, se estiverem em constante movimento, está ótimo. Apenas evite direcionar bombas diretamente para os corais, pois a mesma pode machucar o coral, fazendo com que o coral perca tecido e até morra. Se o coral estiver com os pólipos retraídos, também é um sinal de circulação direta muito forte.

Iluminação. Acho que aqui é onde a maioria peca. A melhor maneira de verificar se sua iluminação é suficiente, é comprar um PAR Meter. Você pode comprar na premium aquatics o seu. Veja no link abaixo :

http://premiumaquatics.com/aquatic-supplies/APG-MQ-200.html

Esse PAR Meter tem um sensor , e você passeia com o sensor dentro do seu aquário. O ideal  é que o PAR esteja  por volta de 350 / 500 aonde o coral está. Alguns corais necessitam de mais, outros menos. Isso da luz ideal para cada coral vem com a experiência ( tentativa e erro )

Apenas para ter um noção, no meu reef atual o PAR na superfície é 800 e no substrato 400

Com um PAR abaixo de 300 , fatalmente a maioria dos corais ficarão marrons, mesmo com fosfato e nitrato zerados.

Abraços

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Corais

Os comentários estão desativados.